jueves, 31 de mayo de 2018

Chuva

"...uma chuva intensa, percorre a pele descendo em direção à terra, na rota do nascimento. Esta luz líquida do espirito afaga a tua presença e desvenda diferentes dimensões da existência. Desvenda a vontade do corpo para abrir-se e esvaziar espaços nos quais possa brilhar a vida. Um corpo desabitado que ainda tem quartos por visitar; uma célula que ainda tem genes por activar; uma pele que ainda tem sensações por sentir. A presença agora é um salto para o vazio: se te abrires às sensações físicas deste corpo aqui sentado, elas se multiplicam num estado de disponibilidade. Ao escutar a matéria, o espaço interdimensional entre partículas cresce, e esse vazio gerado chama novas partículas para se encaixarem no corpo, trazendo o sol à terra, convertendo-a numa estrela..."



viernes, 30 de marzo de 2018

Devoción al cuerpo. Performance.




Ráfagas de una performance compartida en Iruña / Pamplona el 1 de marzo de 2018.
En el inicio Cecilia Blanco traduce y lee a Ricardo Reis. Todo sucedió gracias a la propia Cecilia, Noemí Lázaro y Urban Yoga Studio. E inspirado por la flor de las cunetas, esa tan pequeña.